Cirurgia bariátrica: Para quem é recomendada?
18 de junho de 2018
Você já ouviu falar em paratiroides e paratormônio (PTH)?
14 de julho de 2018
Exibir tudo

Você sabe o que é sarcopenia?

Este é um termo muitíssimo importante de todo mundo se familiarizar, porque só buscamos tratamento quando conhecemos aquilo que temos… O processo de envelhecimento humano é acompanhado por alterações fisiológicas e por perda das funções orgânicas, dentre elas destacam-se as alterações na composição corporal com aumento progressivo de gordura e perda de músculos. Vale lembrar que a perda de músculos não acontece apenas em uma idade avançada, a partir dos 45 anos, inicia-se um declínio gradual da massa muscular. Essa alteração chamamos de sarcopenia. Por definição, sarcopenia é caracterizada pela redução progressiva e generalizada, principalmente das extremidades do corpo (braços e pernas) da força e da massa muscular, afetando negativamente a qualidade de vida.
Diversos estudos mostram que em pessoas saudáveis, a diminuição da massa magra geralmente inicia-se entre a 4ª e 5ª década de vida, com perdas que pode chegar a 2% ao ano. Além disso, é visto que, sem o devido acompanhamento médico e sem a utilização de medidas preventivas, idosos a partir dos 80 anos de idade podem ter somente 50% de sua massa muscular da idade adulta. Essa doença acomete cerca de 16% da população geral de idosos e quando observada em indivíduos com 80 anos ou mais essa porcentagem chega a triplicar.
Porém, vale ressaltar que além do envelhecimento, a sarcopenia pode ser causada por doenças como alterações hormonais (que podem ou não está associada ao envelhecimento), câncer, diabetes, processos infecciosos ou inflamatórios graves e eventos traumáticos, por exemplo, os quais levam a diminuição da massa muscular de forma bem mais acelerada do que a ocorrida no processo de envelhecimento.
Sinais de alerta para sarcopenia:

  • Dificuldade de andar em locais onde antes conseguiam normalmente,
  • Dificuldade de realizar movimentos e atividades do cotidiano como subir escada ou trocar uma lâmpada, em que se fazia previamente
  • Início de quedas constantes devido a fraqueza nas pernas

Diante disso, a prevenção e o tratamento da sarcopenia é dependente de alguns fatores que envolvem dieta adequada para cada paciente, com uma maior ingestão proteica, exercício físico regular, principalmente que utilize atividades de resistência e força muscular. Além disso, aumentar a ingestão hídrica e evitar a ingestão de bebidas alcoolicas e tabagismo são medidas que melhoram a qualidade de vida dos pacientes e previnem outras doenças.

Assim, para garantir a prevenção dessa doença de maneira adequada ou caso apresente alguns desses sinais mencionados, não deixe de consultar o endocrinologista de sua confiança. Para saber se o médico é endocrinologista, associado à SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia) , procure aquiMarque sua consulta!

Para ler mais sobre esse e outros temas, clique aqui.

Iniciar WhatsApp
Como posso te ajudar?
Olá!
Podemos te ajudar?