Cirurgia Bariátrica: como saber se é indicada para você.
18 de dezembro de 2019
Exagerou no carnaval? Veja algumas dicas e recomece!
29 de fevereiro de 2020
Exibir tudo

Perimenopausa

Perimenopausa: você sabe o que é?

A grande surpresa para muitas mulheres na faixa dos 40 ou nos anos que antecederam a menopausa – um período também conhecido como perimenopausa – é que os sintomas geralmente associados à menopausa podem ocorrer mais cedo, causando estragos físicos, mentais e emocionais na vida das mulheres.

Infelizmente, muitas mulheres com sintomas na perimenopausa desconhecem o que está acontecendo em seus corpos. Isso dever-se ao fato de que tradicionalmente nos dizem que após os anos férteis chega a menopausa ou o fim da menstruação, que geralmente é definido como 12 meses desde o seu último período.

Ninguém nunca nos disse que poderíamos ter dificuldade em dormir uma boa noite, perder o interesse pelo sexo ou ter períodos tão pesados ​​que mal podíamos sair de casa. Muitas de nós pensamos que esse tipo de mudança de vida errática viria com a menopausa.

As pacientes na perimenopausa frequentemente se queixam de irritabilidade, perda de desejo sexual, dificuldade para dormir, ondas de calor, suores noturnos, ganho de peso, depressão e uma série de problemas, todos relacionados às mudanças hormonais que ocorrem nos anos antes da menopausa.

As mulheres na perimenopausa, muitas vezes, são diagnosticadas com anemia devido à perda excessiva de sangue durante a menstruação, o que pode causar sintomas como fadiga, dor de cabeça e dificuldade de concentração.

O que acontece com os hormônios durante a perimenopausa?

Durante cinco a dez anos antes de parar de menstruar, os ovários começam a produzir menos hormônios sexuais estrogênio, progesterona e testosterona. Enquanto o declínio do estrogênio geralmente se aproxima da menopausa, acredita-se que as flutuações de estrogênio causem problemas na perimenopausa, como ondas de calor, secura vaginal, incontinência urinária, impactando até na disposição.

O declínio da progesterona pode ser um fator no sangramento irregular ou intenso – uma das principais queixas das mulheres na perimenopausa – e também pode contribuir para problemas de sono, memória e concentração, atém de seios e inchaço doloridos.

Para algumas mulheres, esses sintomas são muito familiares. No entanto, uma em cada quatro mulheres não apresenta nenhum sintoma perimenopausal. Há uma gama de experiências no que diz respeito aos sintomas, e a presença de sintomas para alguns pode durar de 5 a 10 anos, enquanto outros podem ter sintomas por alguns meses.

Tratamento para sintomas da perimenopausa

A perimenopausa geralmente coincide com outras mudanças e estressores da vida, como crianças que vão para a faculdade, cuidam de pais idosos, divórcio e doença. Depressão é comum entre mulheres nessa faixa etária. Portanto, o tratamento dos sintomas da perimenopausa geralmente depende da gravidade dos sintomas e do quanto está atrapalhando sua vida.

Algumas mulheres preferem fazer melhorias na dieta e nos exercícios e apenas deixam essa fase da vida acontecer, enquanto outras preferem tratar todos os sintomas.

Mulheres que estão lidando com fluxo sanguíneo intenso, por exemplo, podem precisar começar com suplementação de ferro. Eles podem então ser apresentados a opções como pílulas anticoncepcionais, DIU que contêm progesterona para eliminar os padrões de sangramento ou opções cirúrgicas minimamente invasivas, como a ablação endometrial, que pode reduzir o sangramento.

Se os métodos tradicionais de tratamento para os sintomas da perimenopausa não funcionarem, a terapia de reposição hormonal com estrogênio e progesterona pode ser uma alternativa.

O endocrinologista é a especialidade habilitada para indicar a terapia de reposição hormonal. Em caso de dúvidas, busque orientações. Para saber se o médico é endocrinologista, associado à SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia) , procure aqui.

Para ler mais sobre perimenopausa, clique aqui.

Iniciar WhatsApp
Como posso te ajudar?
Olá!
Podemos te ajudar?