Excesso de pelos (em mulheres): causas e tratamentos.
26 de agosto de 2017
Andropausa
Andropausa – Sintomas, Causas e Tratamentos.
11 de setembro de 2017
Exibir tudo

Colesterol e triglicerídeos: o que são e como influenciam em nossas vidas.

Colesterol e Triglicerídeos

A maioria das pessoas possui conhecimento básico sobre o que são as gorduras e as conotações negativas associadas à maioria delas. Mas, um equívoco comum entre alguns é que todas as gorduras são iguais e/ou têm efeitos semelhantes no organismo, o que, obviamente, não é o caso. Dois termos muito comuns que normalmente são associados com as gorduras, são colesterol e triglicerídeos. Mas a grande questão é, o que são realmente? E como influenciam nossas vidas? Bem, vamos esclarecer um pouco.

Triglicerídeos e colesterol são substâncias gordurosas (lipídios) que estão presentes em nosso sangue.

O colesterol é um lipídio, produzido no fígado e é utilizado para certas reações no organismo. O corpo precisa de colesterol para produzir hormônios, vitamina D e mais algumas substâncias que ajudam na digestão dos alimentos. Todo o colesterol necessário é produzido pelo corpo. No entanto, o colesterol também é encontrado em alguns alimentos.

O colesterol viaja através da corrente sanguínea em pequenos pacotes chamados lipoproteínas. Existem dois tipos de lipoproteínas que carregam colesterol em todo o corpo: lipoproteínas de baixa densidade (LDL) e lipoproteínas de alta densidade (HDL). É importante ter níveis saudáveis de ambos os tipos de lipoproteínas.

O colesterol LDL também é chamado de colesterol “ruim”. Um alto nível de LDL leva a um acúmulo de colesterol nas artérias. (Artérias são vasos sanguíneos que transportam sangue do seu coração para o seu corpo).

O colesterol HDL é, comumente, chamado de “bom” colesterol. Isso ocorre porque ele carrega colesterol de outras partes do seu corpo de volta ao seu fígado. Seu fígado remove o colesterol do seu corpo.

Abaixo, segue tabela de valores de referência para o colesterol:

Os triglicerídeos, também chamados de triglicérides, são a forma de gordura mais comum no nosso corpo, sendo usados para fornecer energia para o organismo. Os triglicéridos estão presentes em vários alimentos comuns da nossa dieta, mas a maior parte costuma ser produzida pelo nosso fígado.

O fígado costuma transformar os açúcares dos carboidratos em excesso (doces, massas, pães, etc.) em triglicerídeos, para que eles possam ser estocados no tecido adiposo, servindo como reserva energética. Quando a quantidade de triglicérides está elevada, eles são armazenados no tecido adiposo (tecido gorduroso ) para o caso de serem necessários no futuro.

Os triglicerídeos viajam pela corrente sanguínea acoplados a uma proteína chamada VLDL, uma lipoproteína semelhante ao HDL e LDL que transportam o colesterol pelo sangue.

Em relação aos níveis sanguíneos de triglicérides, classificamo-nos assim:

Normal – abaixo de 150 mg/dL.
Moderado – entre 150 e 199 mg/dL.
Alto – entre 200 e 499 mg/dL.
Muito alto – maior ou igual a 500 mg/dL.

Qual o tratamento para níveis elevados de colesterol e triglicerídeos?

As recomendações para o tratamento do colesterol alto devem levar em consideração os níveis de colesterol total, LDL, HDL e a associação com outros fatores de risco para doença coronariana. Dieta, exercícios físicos e perda de peso constituem o tripé insubstituível mesmo para quem utiliza os medicamentos para baixar o colesterol. A redução da ingestão de colesterol e gorduras saturadas e o aumento no consumo de fibras pode reduzir em 10 a 15% os níveis sanguíneos de colesterol e em mais de 20% os de níveis de triglicerídeos. Mas caso níveis elevados persistam com a dieta, indicam-se os medicamentos.

Todo indivíduo acima dos 20 anos deve medir seus níveis de colesterol e triglicerídeos pelo menos uma vez a cada 5 anos. Consulte o seu endocrinologista.

Iniciar WhatsApp
Como posso te ajudar?
Olá!
Podemos te ajudar?